Sua vida por um filtro

21st-Century-Digital-Boys

Os brasileiros são os mais íntimos usuários de redes sociais no mundo. Digo intimo, pois ele tem a moral de ser “assim ó” com as redes, tendo intimidade para apelidar. Facebook é Face. WhatsApp é Whats (em alguns casos mais íntimos é ZapZap). E o Seu Insta? Beleza?

Essa intimidade acaba trazendo alguns abusos, afinal, é comum vermos vídeos de brigas, acidentes, mortos e uma porrada de coisa chegando em nossos telefones inteligentes. As pessoas acabaram adotando uma superficialidade.

É sair em grupo e as pessoas ficarem conversando com quem não foi para o rolê. Isso me incomoda e já cheguei deixar algumas pessoas sozinhas. Se alguém se deu ao trabalho de sair contigo, ela merece pelo menos atenção.

Recentemente minha amiga Ruth Feliciano – que não vou dizer o nome porque ela odeia quando eu a promovo – socorreu uma senhora tendo convulsão. Ela começou ajudar sozinha, enquanto as pessoas ao redor estavam preocupadas em filmar ou tirar fotos. Que mundo de merda é esse? Ou melhor, que pessoas de merda são essas?

No trem, houve uma briga de mulheres e ao invés de separarem, estavam filmando. E shows? Não tem graça se você for e as pessoas não ficarem sabendo, você não aproveita, mas está filmando tudo e quando chegar em casa você assiste.

Me lembro da primeira vez que vi Ramones ao vivo. Nem podia entrar com as máquinas fotográficas, mas tenho o show todo na memória, sei as canções, o que fiz, o que fizeram. Não só a primeira vez, mas todas as vezes que os vi e bandas que eu gosto, posso dizer como foi. Não tenho fotos e nem filmagens, mas senti na pele como era estar lá, cantar, vibrar. Hoje precisa de um filtro para seus olhos, se não passar pela tela de seu telefone, não teve graça.

Relacionamentos estão cada vez mais digitais. Fulana fica triste porque Sicrana não entrou na rede social e hoje não se falaram. Suas casas são próximas. Não se liga para a pessoa, não se encontra, não tem tempo para aquela bebida pós expediente. Todos estão ocupados demais, só que a tristeza é porque não foi respondido na internet.

Relacionamento amoroso chegou a pieguice, pois parece ser obrigatório você dizer “Eu te amo e vou digitar para todo mundo ler!”, é necessário mudar o status, compartilhar as senhas, fazer perfil duplo, encher de fotos e declarações no modo digital e o namoro azedar porque não há interação pessoal direta. Te amo para todos verem, menos você.

A tecnologia trouxe muita coisa boa, o problema é que nós não sabemos como usar. Recentemente tivemos a invasão de um site de relacionamentos extraconjugais e milhões de usuários foram expostos. “Esse site está destruindo famílias”, disse alguém, mas eu não me lembro de ocorrências desse site obrigar as pessoas fazerem cadastro. A internet, televisão, novela ou o dinheiro não são responsáveis pela destruição das pessoas, mas sim as próprias pessoas que ao invés de usar o benefício, é usado por ele.

Não sou contra a tecnologia, só gostaria que as pessoas a usassem ao invés de serem usadas e que elas pudessem ver que ao seu redor existem pessoas de verdade, que podem ser tocadas, sentidas e que com certeza pode se aproveitar muito mais a vida.

Tire seus filtros, viva feliz de forma natural.

Advertisements

2 thoughts on “Sua vida por um filtro

  1. Hello, vi seu blog lá no facebook, no grupo de interação de blogeueiras (Grupo Hello) e resolvi dar uma passadinha!
    Parabéns pelo post e pela excelente reflexão, realmente, nos dias de hoje, as pessoas têm se importado muito mais com sua vida online.. O que é um desperdício!
    Um beijo,
    Fiama Souza
    fiamavsa.wordpress.com

    Liked by 1 person

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s